Voltar
Morre ex-vereador baleado no mês passado em Ametista
Sexta, 13 de Abril de 2018 às 07:49
Adilson Pavelkievitz, 43 anos, foi baleado após ameaçar policiais e funcionários de uma agência bancária
Em decorrência dos ferimentos que teve após ser baleado pela Brigada Militar no mês passado, o ex-vereador de Ametista do Sul Adilson Pavelkievitz, 43 anos, morreu na manhã desta quinta-feira, 12 de abril, em Passo Fundo. O incidente ocorreu no dia 21 de março, em Ametista. Após ameaçar gerentes da Sicredi, enquanto a ocorrência era registrada junto à Polícia Civil – que fica no mesmo prédio da Brigada Militar –, Pavelkievitz arrombou a porta do local e ameaçava matar os funcionários do banco. Policiais militares fizeram dois disparos antimotim, que não surtiram efeito. Para proteger as pessoas que se encontravam no prédio, um PM que estava no lado de dentro fez então um disparo de arma de fogo, que atingiu o empresário no tórax.

O inquérito policial que apurava os fatos estava em andamento e será remetido ao Judiciário sem indiciamento já que o acusado morreu, adiantou a delegada responsável, Aline Dequi Palma. “Entendi que havia uma tentativa de homicídio praticada pelo Adilson em relação aos funcionários do Sicredi. Ficou esclarecido que o policial agiu em legítima defesa de terceiros. Com o falecimento, ocorre a extinção da punibilidade”, explicou.

Eleito em 2012 vereador pelo Partido Progressista (PP), Adilson também era servidor público municipal, deixou a esposa e três filhos. O município decretou luto oficial de três dias.
Folha do Noroeste
Imagens
Comentários